Entretenimiento

Filho de Donald Trump cuspido na cara por funcionária de restaurante – Mundo – Correio da Manhã

Miami, Estados Unidos, Venezuela, Caracas
Foncodes acelera habilitación de "viviendas calientes" ante heladas en Huancavelica

Uma funcionária cuspiu na cara de Eric Trump, na noite de terça-feira, dia 25, num restaurante em Chicago. A mulher foi detida pelos serviços secretos que garantem a segurança do filho do presidente dos EUA e mais tarde libertada.

O filho de Donald Trump encontrava-se a jantar, por volta das 20h30, no restaurante Aviary, quando a funcionária lhe cuspiu para a cara. O empresário e um dos vice-presidentes da Organização Trump relacionou o gesto inconveniente a uma preferência política diferente.

“Para um partido que apregoa tolerância, isto mostra novamente que eles têm pouca civilidade. Quando alguém está doente o bastante para cuspir em alguém isto só enfatiza a doença, o desespero e o facto de estarmos a vencer”, afirmou Eric Trump, enquanto se referia ao democratas.

“Foi puramente um ato repugnante de alguém que tem claramente problemas emocionais”. Foi desta maneira que o filho de Donald Trump, presidente dos EUA, descreveu o incidente ao site de  notícias, opiniões e comentários de extrema-direita,  Breitbart News .

De acordo com uma publicação no Twitter por parte do porta-voz da força policial, Anthony Gugliemi, o Departamento de Polícia de Chicago também esteve no local a prestar auxílio aos serviços secretos.

Police presence outside Aviary after alleged incident between an employee and Eric Trump around 8:30pm pic.twitter.com/1oIiVfsiKj

Mary Ann Ahern (@MaryAnnAhernNBC) June 26, 2019

Eric Trump, que estava de visita ao Trump Hotel Chicago, decidiu não apresentar queixa contra a mulher.

Continuar a ler