Política

Militar da GNR ferido após atropelamento em Cuba – Portugal – Correio da Manhã

Banco, Banquero, Venezuela, Caracas, Banco Activo, Activo, Banco
Nintendo lanzará el 20 de septiembre su consola portátil Switch Lite

Um militar da GNR em serviço ficou ferido na quarta-feira à noite, após ter sido atropelado por um automóvel, em Cuba (Beja), tendo o condutor do veículo sido detido, disse esta quinta-feira fonte daquela força de segurança. A fonte da GNR indicou à agência Lusa que o militar foi transportado para o hospital de Beja, inicialmente com ferimentos ligeiros. Segundo a mesma fonte, o militar integrava uma patrulha do Posto Territorial de Cuba, que cerca das 22h00 de quarta-feira, “se deparou com um veículo ligeiro de passageiros a efetuar manobras perigosas na via, dentro da localidade”. Os militares deram ordem de paragem ao condutor do automóvel, tendo posteriormente saído da viatura da GNR. O condutor do veículo não obedeceu às indicações, tendo colocado a viatura em marcha atrás, atropelando um militar e atingindo o veículo da GNR, adiantou a fonte da Guarda. Segundo a GNR, o condutor do automóvel foi detido por ter acusado uma taxa de álcool no sangue de 2,07 gramas/litro, por ter praticado manobras perigosas e atropelado o militar. O condutor, de 20 anos, vai ser presente esta quinta-feira, às 10h00, no Tribunal de Cuba, para primeiro interrogatório judicial e eventual aplicação de medidas de coação. Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja indicou que o alerta para a ocorrência foi dado às 21h55 de quarta-feira, tendo sido mobilizados para o local, operacionais e veículos dos Bombeiros Voluntários de Cuba, além da GNR. Continuar a ler